loader image

14.º Concurso Nacional

“Pequenos Galinhos” 2024

Dias 11 e 12 de maio, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos

Sobre

A 14.ª edição do Concurso Nacional “Pequenos Galinhos” - Piano e Violino - decorrerá nos dias 11 de maio de 2024 – Piano, e no dia 12 de maio de 2024 – Violino, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos.

Este concurso tem uma identidade forte e caraterísticas diferenciadoras da maior parte dos concursos de piano nacionais.

Os quatro níveis (de A a D) não correspondem, forçosamente, a níveis etários, mas ao grau de dificuldade do programa apresentado. Também, todos os candidatos são premiados (dos primeiros aos quartos prémios) o que impede o sentimento de exclusão que tantas vezes os jovens pianistas sentem quando se apresentam a concurso. Assim, o esforço de candidatos, pais e professores é sempre recompensado.

Para além dos prémios em cada nível, existe igualmente o prémio “Pequeno Galinho” que é atribuído à peça mais votada pelos elementos do júri, considerados todos os níveis. Talvez sejam todos estes os elementos de sucesso deste concurso.

Como é habitual, a 14.ª Edição contará nos júris (piano e violino) com prestigiados músicos do panorama musical nacional.

Concerto de Laureados “Pequenos Galinhos”

Desde a edição anterior, os vencedores deste prémio, têm o privilégio de se apresentar em Concerto de Laureados “Pequenos Galinhos” a realizar no princípio de outubro, como forma de comemorar, com música, o dia Mundial da Música, que se comemora a 01 de outubro.

Regulamento

Consulte aqui o regulamento completo da 14.ª Edição do Concurso Nacional “Pequenos Galinhos” de Piano e Violino.

Cartaz 14.ª Edição

Cartazes Edições Anteriores

O vosso nome pode ficar para a História!

Inscrições

Piano

Inscreve-te na 14.ª Edição do Concurso Nacional “Pequenos Galinhos” – Piano e faz parte deste desafio musical único.

Violino

Inscreve-te na 14.ª Edição do Concurso Nacional “Pequenos Galinhos” – Violino e faz parte deste desafio musical único.

Júri Piano

Cristina Dornelas

Iniciou os seus estudos musicais aos 5 anos de idade e, no decorrer do seu percurso académico e artístico, realizou o Curso Superior de Piano e a Licenciatura em Filosofia. É detentora do Mestrado em Filosofia da Música, com uma tese subordinada ao tema "As Qualidades Expressivas no Ensino do Piano". Com ampla experiência no ensino do Piano, deu aulas durante vários anos no Conservatório de Braga. Desde há alguns anos que integra a direção pedagógica do Conservatório de Música de Barcelos.

Luís Filipe Sá

Professor de Piano desde 1990 na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Instituto Politécnico do Porto, ESMAE - IPP, onde igualmente exerceu, de 1997 a 2002, as funções de subdiretor e de diretor. Iniciou a sua carreira docente em 1980 no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, de Braga, onde realizou a profissionalização em exercício. Foi pianista convidado, durante mais de três décadas, da Orquestra do Porto, atualmente designada Orquestra Sinfónica do Porto – Casa da Música. Atuou em recitais e como solista com orquestras em concertos em Portugal, Espanha e França. Orientou diversas Masterclasses em Portugal e Espanha e foi membro de júri em diversos concursos nacionais e internacionais. Foi maestro titular do Círculo Portuense de Ópera, membro do seu Conselho Artístico e maestro assistente do Maestro Manuel Ivo Cruz. No seu percurso formativo, frequentou diversos cursos com pianistas de renome, tendo sido bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Foram pilares da sua formação pianística, ao longo de muitos anos, as professoras Maria Teresa Xavier – com a qual frequentou e concluiu o curso Superior de Piano no Conservatório de Música do Porto - e Helena Moreira de Sá e Costa, tendo trabalhado igualmente com a pianista e pedagoga Monique Deschaussés.

Olga Amaro

Diplomada pela Universidade de Stellenbosch (África do Sul), Olga Amaro integrou durante anos a classe da pianista Nina Schumann com quem concluiu em 2008 o grau de Mestre em Piano Performance cum laude. Ao longo do seu percurso musical foi aluna de Eugénia Moura (Academia de Música Fernandes Fão) e Constantin Sandu (Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo do Porto), formando-se paralelamente com músicos como Helena Sá e Costa, Sequeira Costa, Vladimir Viardo, Konstantin Sherbakov, Alexei Lubimov, entre outros. Laureada com o 1º Prémio do Concurso Nacional Florinda Santos (1996, S. João da Madeira) e o 1º Prémio na Categoria de Ensemble do ATKV-Muziq Competition (2005, África do Sul), Olga Amaro foi também bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian (1997 a 2003) e recebeu o Prémio Lions Club e a Bolsa de Mérito do Instituto Politécnico do Porto (2002). Em 2011 foi laureada com o Prémio de Melhor Pianista no 5º Concurso de Canto Lírico da Fundação Rotária Portuguesa. É uma presença regular como solista e músico de câmara, tendo já realizado concertos em Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Itália, Alemanha, Roménia, África do Sul, Moçambique e Colômbia. Da sua discografia fazem parte dois CD’s: Canções de Lemúria com a soprano Marina Pacheco (2013) e Canção com a soprano Lara Martins (2021). Atualmente exerce funções de pianista acompanhadora no Conservatório de Música do Porto e ESMAE.

Júri Violino

Cristina Dornelas

Iniciou os seus estudos musicais aos 5 anos de idade e, no decorrer do seu percurso académico e artístico, realizou o Curso Superior de Piano e a Licenciatura em Filosofia. É detentora do Mestrado em Filosofia da Música, com uma tese subordinada ao tema "As Qualidades Expressivas no Ensino do Piano". Com ampla experiência no ensino do Piano, deu aulas durante vários anos no Conservatório de Braga. Desde há alguns anos que integra a direção pedagógica do Conservatório de Música de Barcelos.

Jorman Torres

Jorman Torres, Concertino da Orquestra Costa Atlântica e músico de origem venezuelana, começou seus estudos musicais aos 5 anos com seu pai, Eladio Mujica, diretor do Conservatório Superior de Música Juan José Landaeta. Aos 7 anos, ingressou no El Sistema, participando da orquestra infantil e estudando violino com a professora Susan Siman. Aos 11 anos, entrou para o Conservatório Superior de Música Simón Bolívar, orientado pelo professor Ulises Ascanio. Tornou-se o membro mais jovem da Orquestra Filarmónica Nacional de Caracas aos 15 anos, enquanto lecionava na Orquestra Infantil do El Sistema em Los Teques. Aos 17 anos, venceu o concurso de primeiros violinos na Orquestra Municipal de Caracas, continuando seus estudos com o maestro Jose Francisco del Castillo na Academia Latinoamericana del Violin. Posteriormente, aos 20 anos, juntou-se à Mozarteum Venezuela, sob a orientação da professora Virginie Robillard. Aos 24 anos, ingressou no Conservatoire Superior de Musique de Genève, obtendo diplomas em pedagogia, composição, música de câmara (com viola de arco) e violino, e conquistou o prêmio Maggy Breitmeyer como melhor solista do ano. Atualmente, como Concertino titular da Costa Atlântica, é também maestro/solista convidado da Sinfonietta de Braga, membro da "European Philharmonic of Switzerland" desde 2015, integra o staff da Orquestra Sinfónica da Casa da Música, faz parte do quarteto Verazin, foi segundo concertino da Orquestra Clássica do Centro e contribuiu para a Orquestra do Norte.

Suzanna Lidegran

Natural de Ödeshög, Suécia. Veio em 1989 para Portugal integrar a Orquestra do Porto – Régie Cooperativa Sinfonia. É membro do quarteto de cordas Lyra que em 2007 gravou o quarteto de cordas de Freitas Branco. Integra, desde 1997, o ensemble de música contemporânea Grupo Música Nova, dirigido pelo compositor Cândido Lima e o Sond’Ar-te Electric Ensemble, 2007-2017, com qual realizou concertos na Europa e na Ásia. O grupo gravou vários Cds. Em 2012 lançou um Cd com obras para violino solo de compositores portugueses contemporâneos. Durante a época de Verão realiza todos os anos uma série de concertos na Suécia, como violinista, pianista e cravista. Nos últimos anos tem colaborado com “Opera da Camera di Venezia”, com a Orquestra Clássica do Centro, Coimbra, e a Orquestra Filarmónica Portuguesa. Desde 1996 é professora no Conservatório de Música do Porto. Vários dos seus alunos têm sido premiados em concursos nacionais e internacionais e vários dos seus antigos alunos estão a trabalhar como solistas, em orquestras ou/e dar aulas. Deu masterclasse em várias escolas no norte de Portugal. É regularmente convidada como membro do júri em concursos.

Galeria

Histórico do Concurso

Reviva e consulte as informações das últimas edições do Concurso Nacional “Pequenos Galinhos”, incluindo fotografias e lista de vencedores.

Parabéns!

A sua inscrição foi efetuada com sucesso! Irá receber um email com mais informações sobre o concurso.